08/09/2009

Algumas coisas em que acredito


Acredito que pessimismo seja passageiro,
que otimismo já nasce entranhado.
Que tem felicidade quem vive serenamente
e escuta uma boa música;
que o Universo conspira a favor de todo mundo,
e que todo mundo conspira contra todo mundo.
Acredito que quando alguém morre
descobre o sentido da vida,
E também que só morre
quem tiver cumprido seu dever por aqui.
Acredito em amor à primeira vista [dessa ninguém sabia].
Não acredito em Deus. Acredito em extraterrestres.
Acredito que ver o pôr-do-sol é sorrir por dentro,
que se reafirmar em si mesmo é sorrir por dentro,
que comer chocolate é sorrir por dentro!
Acredito que a raiva possa mover uma alma,
triteza, não.
Acredito que a forma de se vestir mostra a personalidade,
que respirar fundo é hábito,
e que esbravejar também.
Que tédio é uma questão de opinião
e certo e errado,
e comer a sobremesa antes de jantar.
Acredito cegamente em boa vontade,
acho que todo mundo tem que ter um pouco,
e aqueles que não têm... não acredito neles.
[Mariane Mattos]

* Não acredito mais em grande parte das coisas que estão aqui escritas, mas na época em que escrevi acreditava (ou não).